Angra dos Reis-Naufrágio Pinguino - ScubiBlue

Descrição

Segundo o próprio capitão, o Pinguino navegava a 80 milhas da costa, com destino a Buenos Aires depois de tocar em Angra dos Reis, RJ. Na noite de sexta-feira – 23.06.1967, irrompeu um incêndio devido a um curto circuito na casa de máquinas, motivando defeitos na bússola e outra avarias, o que fez o navio retornar a Angra dos Reis. Na manhã de sábado, o fogo alastrou-se devido a carga de cera de carnaúba e tomou proporções alarmantes. O navio encontrava-se a 800 metros do cais, por trás da Ilha do Colombo. Sendo infrutíferas as tentativas de combater as chamas, o navio foi rebocado para o abrigo da enseada do Sítio Forte, na Ilha Grande. O incêndio durou 32 horas e causou pânico na tripulação, fazendo com que alguns tripulantes pulassem ao mar antes das baleeiras serem lançadas. Todos os tripulantes foram resgatados pelo navio Monte Castelo, enquanto o rebocador Tritão e algumas lanchas da Escola Naval também davam apoio aos trabalhos de resgate. O afundamento ocorreu após as 21:25 horas do dia 26, após flutuar dois dias com inclinação de cerca de 40º. Segundo o Jornal O Fluminense foi aberto um inquérito policial pois suspeitava-se que o incêndio tenha sido provocado para encobrir contrabando, já que o navio estava fora da rota que seus documentos indicavam. Ficha Técnica Nome do navio: Pinguino. Origem: Panamá. Comprimento: 50 metros. Tipo de Embarcação: Graneleiro. Casco: Aço. Propulsão: Hélice. Carga: 18 Toneladas: cera de carnaúba, castanha de caju, sisal e café. Motivo do Naufrágio: Incêndio. Data do Naufrágio: 26/06/1967. Local: Ilha Grande, RJ – Brasil. Posição: Enseada do Sítio Forte (23°07’03.6″S 44°16’59.5″W).

Localização

Brasil / Angra dos Reis, Rio de Janeiro Angra dos Reis-Naufrágio Pinguino

Avaliações

174 Visualizações